Atendimento

(11) 2372-6352

Fraude: A Intrincada Trama do Contador Luiz Romildo de Mello na Manipulação de Licitações Públicas

Fraude: A Intrincada Trama do Contador Luiz Romildo de Mello na Manipulação de Licitações Públicas

A Operação Mobília de Ouro, deflagrada em junho de 2023 pela Polícia Civil e o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT), teve como foco a investigação de superfaturamento milionário e fraude em licitações para fornecimento de mobiliário escolar. Esta operação colocou na mira das autoridades o contador Luiz Romildo de Mello, já conhecido por envolvimento em casos similares de fraude em licitações públicas.

A principal suspeita é que um grupo criminoso, no qual o contador Luiz Romildo de Mello era um agente ativo, conseguiu fraudar procedimentos licitatórios, direcionando-os de forma suspeita à empresa DD7 Assessoria Empresarial e Comercial Ltda.

As investigações apontam que outras empresas, como a Disbran Distribuidora Brasiliense de Artigos Nacionais Ltda ME e a Vip Assessoria Empresarial e Comercial LTDA, apresentaram propostas de preços em licitações, mas possuíam ligações diretas com a DD7 e com Mello. Essas conexões indicam a possibilidade de que as propostas de outras empresas eram uma forma de simular uma concorrência legítima, enquanto na verdade controlavam os resultados das licitações.

fraude Contadorfraude Contador
Fraude

Além disso, a operação revelou que as empresas envolvidas em suspeitas de fraudes nos Correios, ligadas ao escândalo do mensalão em 2005, também tinham conexões com Mello. Ele mantinha relações com empresários já investigados por fraudes naquela época. As empresas em nome de jovens, utilizadas para fraudar licitações, eram frequentemente associadas a Mello e seus parceiros.

O Contador Luiz Romildo de Mello e seu filho Luiz Henrique Ramos de Mello estavam envolvidos em várias empresas suspeitas de irregularidades em licitações, não apenas no âmbito da educação, mas também em contratos com o Exército. A operação também levou à queda de autoridades na Secretaria de Educação, como o então subsecretário de Administração Geral da Educação, Maurício Paz Martins. O Tribunal de Contas do Distrito Federal (TCDF) interveio, suspendendo pagamentos às empresas investigadas.

A Operação Mobília de Ouro, portanto, revelou um complexo esquema de fraude em licitações, envolvendo a criação de empresas fictícias e a manipulação de processos licitatórios para favorecer determinadas entidades, destacando a necessidade de maior fiscalização e transparência nos processos de licitação pública.

Quem é o Contador Luiz Romildo de Mello

Luiz Romildo de Mello é um contador que tem sido alvo de investigações pelas autoridades brasileiras devido ao seu envolvimento em esquemas de fraude em licitações públicas. Ele foi um dos principais suspeitos na Operação Mobília de Ouro, deflagrada pela Polícia Civil e o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) em junho de 2023.

Além disso, Luiz Romildo de Mello tem ligações com empresários previamente envolvidos em escândalos de corrupção, como o caso do mensalão.

Ele e seu filho, Luiz Henrique Ramos de Mello, estavam vinculados a várias empresas que participaram de licitações suspeitas, não só no setor educacional, mas também em contratos com o Exército. Esses casos refletem um histórico de envolvimento em práticas ilegais relacionadas a licitações públicas, demonstrando um padrão de comportamento ilícito​.

Fonte original do artigo

Compartilhe

Precisa organizar sua contabilidade?

Fale Conosco

Success
Formulário enviado com sucesso!
Campo obrigatório
Campo obrigatório
Campo obrigatório
  • Cálculo Trabalhista
  • Certificado Digital
  • Imposto de Renda (IRPF)
  • Folha Doméstica
  • BPO Financeiro
  • Legalização de Empresas
  • Assessoria Trabalhista
  • Departamento Fiscal
  • Departamento Contábil
  • Assessoria Contábil
  • Outros Assuntos
Campos Obrigatórios
Campo obrigatório