Atendimento

(11) 2372-6352

Negociação salarial: veja estratégias para conseguir aumento de salário

Negociação salarial: veja estratégias para conseguir aumento de salário

Falar de dinheiro pode ser meio complicado para muita gente. E quando se trata de aumento salarial, então, a coisa fica ainda mais tensa. Afinal de contas, pode bater aquele medo de não saber como fazer ou até de desagradar a chefia.

Mas se você é daqueles que tá afim de lutar por um reconhecimento maior no trabalho, não se preocupe não, que a gente tá aqui para te ajudar.

Desse modo, para começar com o pé direito, separamos aqui algumas dicas de especialistas que vão contribuir para a sua preparação na hora de negociar o salário.

Como saber se meu salário é bom?

Essa é uma dúvida muito comum, já que as posições dentro das empresas evoluíram para que a mesma pessoa execute diversas funções ao mesmo tempo. Para Denise Asnis, fundadora da Taqe, o colaborador precisa entender como está o mercado para poder fazer uma comparação mais justa.

Isso te ajuda a identificar o seu poder de negociação e se essa é ou não uma boa hora para pedir um aumento de salário.

“O primeiro ponto é entender se estamos falando de uma empresa grande, que tem os processos seguros, ou se é uma empresa menor, que não tem tanta organização nos processos de remuneração. Geralmente, em empresas maiores, é possível fazer essa comparação pela internet, em sites de busca”, afirma a especialista.

Outro ponto importante – independentemente se a companhia em que você trabalha seja grande ou pequena – é ficar atento às vagas que estão sendo divulgadas para cargos semelhantes ao seu.

“Algumas empresas divulgam os salários oferecidos, e quando você tem acesso a essas informações, consegue entender qual é o padrão que está vigente no mercado”, complementa Denise.

Atenção às novidades do setor

Para Luciana Ikedo, educadora financeira, é muito importante se manter atualizado em relação ao mercado como um todo. “E não somente em relação à própria empresa”, explica Luciana. 

Por exemplo: no setor de tecnologia, onde o déficit brasileiro de mão de obra deve chegar a 420 mil profissionais até 2024, de acordo com a Associação das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom), os profissionais tendem a ter mais poder na hora de negociar o salário.

Já no setor de serviços, que registrou quase 3 milhões de demissões nos cinco primeiros meses de 2021, segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), o cuidado deve ser redobrado.

Qual o momento certo para pedir aumento de salário?

Saber quando pedir um aumento salarial é crucial para alcançar o objetivo de garantir um acréscimo no valor recebido mensalmente. Por isso, de acordo com Daniela do Lago, professora da Fundação Getúlio Vargas (FGV), é importante acompanhar os ciclos antes de pensar em negociar um salário.

“Uma vez que você concordou com o valor, deve esperar pelo menos um ciclo, que é o período de um ano, antes de falar novamente sobre o salário. Não adianta combinar o montante mensal e depois de 3 meses, [por exemplo], tentar negociar, pois isso pode ser prejudicial para a sua trajetória”, afirma.

O que evitar na hora de pedir o aumento de salário?

Denise enfatiza que é essencial manter a calma e evitar agir por impulso durante a negociação salarial. “É importante não estar com o emocional à flor da pele, elabore bem o que vai dizer e evite ir de forma impulsiva”, destaca a especialista. 

Além disso, não levar em consideração as necessidades da empresa no momento de conversar a questão salarial é um erro muito comum.

“Não vá simplesmente dizendo que gostaria de acréscimo salarial. É importante que você opte por um caminho que torne possível que seu chefe te dê um aumento, percebendo o seu valor agregado e seu momento na empresa. Temos um vício de trazer a conversa sempre para a nossa perspectiva e, nesses casos, é o contrário”, complementou a especialista.  

Dicas de como pedir aumento de salário

E os ensinamentos para o seu pedido de acréscimo salarial não param por aí. Separamos mais outras três dicas essenciais que vão te ajudar a pensar nesta estratégia. Vamos a elas:

Faça uma autoavaliação

Avaliar como tem sido seu desempenho na companhia também é importante. “Faça uma avaliação realista do seu desempenho nos últimos doze meses e compare os seus resultados com os de seus pares. Quando você está desempenhando atividades que extrapolam o escopo acordado com excelência e que indiquem atividades de um profissional pleno ou sênior é hora de pedir um aumento. O mesmo vale quando sua remuneração estiver muito abaixo do valor pago pelo mercado”, explica Luciana. 

Tenha um plano de carreira

Antes de pedir um aumento, você deve ter clareza de onde quer chegar e o que imagina para o médio e longo prazos. Trace um plano para a sua carreira, com metas bem estabelecidas, e mostre que você não está interessado apenas no dinheiro, mas no seu desenvolvimento profissional. Isso melhora sua argumentação e aumenta suas chances de conseguir uma remuneração maior.

É normal que os planos mudem ou que tenham adaptações ao longo do tempo. O importante é mostrar como a empresa pode se beneficiar com seu trabalho.

Não exagere na proposta

Não existe um valor certo na hora de pedir um aumento. “Faça uma pesquisa de mercado e avalie qual a remuneração em cargos semelhantes e empresas de igual porte. Consulte as vagas disponíveis que se igualem a que você exerce e compare os requisitos exigidos com os que você desempenha e avalie, de forma crítica e honesta, se você segue aderente com o que o mercado exige ou não”, ressalta Luciana.

A educadora alerta: não existe uma receita de bolo, mas é importante manter os pés no chão. “Pedir um aumento de 30% pode tornar a negociação totalmente inviável e sinalizar para a empresa que é melhor buscar outro colaborador.”

Por fim, lembre-se de ter confiança em si mesmo e na sua capacidade como profissional. Com um bom planejamento e uma comunicação eficiente, é possível conquistar não somente um aumento salarial, mas também um desenvolvimento importante em sua carreira. 

Fonte: inteligenciafinanceira.com.br

Compartilhe

Precisa organizar sua contabilidade?

Fale Conosco

Success
Formulário enviado com sucesso!
Campo obrigatório
Campo obrigatório
Campo obrigatório
  • Cálculo Trabalhista
  • Certificado Digital
  • Imposto de Renda (IRPF)
  • Folha Doméstica
  • BPO Financeiro
  • Legalização de Empresas
  • Assessoria Trabalhista
  • Departamento Fiscal
  • Departamento Contábil
  • Assessoria Contábil
  • Outros Assuntos
Campos Obrigatórios
Campo obrigatório