Atendimento

(11) 2372-6352

Quais as responsabilidades do contador de uma empresa?

repasse especial no dia 02/01; veja quem recebe

Em um cenário empresarial dinâmico, onde novas funções surgem a cada dia, gestores e profissionais de contabilidade enfrentam desafios significativos. A questão da divisão de responsabilidades muitas vezes cria dilemas para esses atores cruciais nos bastidores das operações comerciais.

De um lado, gestores visualizam a possibilidade de delegar um número crescente de tarefas, buscando otimizar a eficiência operacional.

Por outro lado, contadores frequentemente se veem sobrecarregados com uma carga de trabalho em constante expansão. A distinção entre as atribuições de um gestor e as de um contador pode, por vezes, ser bastante sutil.

No entanto, há uma lógica subjacente a cada uma dessas funções, e é crucial compreender o papel real desempenhado por esses profissionais. Este artigo se aprofundará nesse tema, destacando as responsabilidades específicas de gestores e contadores.

O que diz a Lei?

Conforme o Código Civil, a relação do contador com a empresa é definida como “preposto” (o contador) e “preponente” (a empresa ou cliente). Esta relação é estabelecida nos artigos 1.177 e 1.182 do Código Civil de 2002.

O primeiro artigo menciona a relação preposto/preponente, enquanto o segundo determina que a escrituração contábil deve ser realizada por um contador legalmente habilitado. Esta regulação não se limita à contabilidade terceirizada, abrangendo contadores internos ou externos, integrantes ou não do quadro de funcionários.

A relação entre o contador e seu cliente, conforme estabelecido pelo Código Civil, indica que os registros contábeis feitos por qualquer preposto designado pelo contador têm os mesmos efeitos como se o cliente os tivesse feito pessoalmente, exceto em casos de má-fé.

O parágrafo único do artigo 1.177 estabelece que o contador é pessoalmente responsável perante a empresa por atos culposos. Isso significa que o contador é responsável por erros, como imprudência, negligência ou imperícia, segundo o Código Penal.

Conclusão

Dessa forma, mesmo quando a administração tributária impõe multas à empresa, o contador é pessoalmente responsável perante a empresa. Isso destaca a importância da precisão e cuidado na execução das tarefas contábeis.

É essencial que gestores e contadores compreendam claramente suas responsabilidades e comuniquem-se efetivamente para evitar desentendimentos que possam resultar em penalidades.

A prevenção é fundamental, pois, muitas vezes, as consequências vão além de multas e podem afetar significativamente a empresa.

Fonte original do artigo

Compartilhe

Precisa organizar sua contabilidade?

Fale Conosco

Success
Formulário enviado com sucesso!
Campo obrigatório
Campo obrigatório
Campo obrigatório
  • Cálculo Trabalhista
  • Certificado Digital
  • Imposto de Renda (IRPF)
  • Folha Doméstica
  • BPO Financeiro
  • Legalização de Empresas
  • Assessoria Trabalhista
  • Departamento Fiscal
  • Departamento Contábil
  • Assessoria Contábil
  • Outros Assuntos
Campos Obrigatórios
Campo obrigatório